Se sua empresa tem um app ou um site mobile com algum mecanismo de busca dentro dele, esse artigo é para você e vai te ajudar a potencializar seus resultados.

Imagine-se passando pelo processo de busca ― pode ser uma busca por um produto na sua loja, por um endereço para localizar seu cliente ou por um arquivo que ele salvou na sua nuvem. O que você esperaria como resposta? Pode até ser que o resultado apareça com mais de uma página, todas elas cheias de opções, mas com certeza o que mais buscamos é uma resposta rápida e certeira.

Quando a pesquisa é feita por meio do site móvel, é imprescindível que ela seja funcional para que o usuário encontre o que procura mesmo com pressa, esteja onde estiver, de modo que não tenha que sair do celular e voltar para o seu site desktop só para procurar uma informação (isso se ele não desistir e procurar pelo seu concorrente).

61% dos usuários tendem a abandonar a página caso ela não ofereça uma experiência móvel boa, diz pesquisa do Think With Google.

Com o uso frequente dos celulares, as pessoas ficaram mais exigentes e mais impacientes no que se refere à tecnologia. Só no Brasil, segundo a pesquisa do Think With Google, 72% dos donos de smartphones usam seus aparelhos para acessar a web todos os dias da semana. A pesquisa aponta ainda que 61% deles tendem a abandonar a página caso ela não ofereça uma experiência móvel boa.

Se seu público está no celular, facilitar a busca faz com que ele encontre seu produto mais rápido e facilita a compra. Para te ajudar com isso, separei quatro dicas especiais que aprendi com uma palestra do Google:

1. Campo de busca sempre visível

Se o cliente está querendo procurar algum produto ou informação, mas não encontra nem o campo onde deve fazer essa busca, tem algo errado com o seu app. Atente-se para deixar esse espaço próximo do topo, e logo na página inicial, onde possa ser encontrado com rapidez.

Outra dica é que ele seja realmente um campo: um espaço que possa ser preenchido com texto sem que seja necessário sair da tela. Colocar a busca como link para um próximo passo pode tornar a navegação mais lenta e incentivar o usuário a desistir.

image_0

2. Ofereça filtros de busca

Observe a figura abaixo: qual resultado de busca te deixa mais tranquilo? Imagine só procurar o produto que você quer comprar em 28.763.798 resultados… Cansa só de pensar. Esse tipo de dado assusta e não precisa ser apresentado.

image_1

Em contrapartida, a categorização do resultado ajuda muito! O usuário pode encontrar o que procura com mais rapidez e pode até descobrir por tema as áreas do seu site mobile que ele ainda não conhecia, lendo mais sobre o seu negócio e aproximando-se do seu produto.

3. Use recursos de busca inteligente

Como os usuários não costumam olhar muitas das páginas de resultados de busca, é muito importante se esforçar para oferecer o melhor resultado possível logo na primeira página. Mas sabemos que, às vezes, o cliente pode digitar alguma palavra errada sem querer. Uma dica para resolver isso é programar seu mecanismo de busca com uma opção de correção de ortografia, como mostra a próxima figura.

O corretor ortográfico não corrige apenas erros de português – ele é capaz também de corrigir erros de digitação, como confusões de letras que cometemos ao digitar no celular, às vezes porque as teclas são muito pequenas ou estão muito próximas.

image_2

Para realizar essa correção, o mecanismo compara a palavra que foi inserida no campo de busca com as palavras que estão no banco de dados de um dicionário. Se a palavra digitada não for encontrada nessa lista, o corretor vai automaticamente sugerir outras palavras que tenham ortografia parecida.

Para um usuário muito ativo, outro recurso inteligente é ativar o preenchimento automático, deixando disponível, por exemplo, as palavras que ele já buscou nas últimas interações, como um histórico. Elas podem ser ordenadas por importância, considerando como mais importante aquela que é mais buscada, para que no momento da digitação o próprio app faça sugestões inteligentes que ajudem o usuário.

Aproveite o machine learning (técnicas de aprendizado de máquina) para reconhecimento de padrões. Assim, ele será capaz de aumentar seu potencial quando alimentado com um volume suficiente de dados.

4. Categorize seus produtos e serviços

Os resultados ficam mais atrativos e simples quando os produtos estão separados por categorias, como masculino / feminino, novo / usado, notebook / desktop, com frete / frete grátis. Há uma infinidade de possibilidades que podem ajudar seu cliente nesse momento.

Considere que, nas lojas virtuais, não há vendedores presentes que para encaminhar o comprador até o corredor certo. Por esse motivo, a organização precisa ser maior do que a de uma loja física.

Reúna sua equipe, faça uma lista com o que seu site oferece e pense nas possibilidades de categorização. Isso vai te ajudar também a melhorar a dica número 2, pois você poderá identificar novos filtros de busca para o seu negócio.

image_3

Implementando essas dicas ao seu aplicativo ou site mobile, o usuário com certeza ficará mais satisfeito por encontrar o que procura com maior agilidade.

Se essa adaptação te deixa com dúvidas, a One Day Testing pode te ajudar a implementar e testar os melhores mecanismos de busca para o seu negócio. Garantimos a qualidade do seu produto de forma eficaz. Envie-me um e-mail (bruno.abreu@sofist.com.br) ou ligue (19) 3291-5321. Se precisar, é só chamar!